26.4.09

Aeroporto

pousa uma idéia em minha cabeça
mas fica retida por excesso de peso
abro mão do conteúdo e desembarco

sem nada

ora veja
sigo mais leve na via engarrafada.

24.4.09

Resumo

.............................................................

o tempo passa e eu aqui na lida
já li de tudo e não entendo nada

o tempo passa e eu aqui na vida
já vi de tudo e não vivi quase nada.

22.4.09

Santo guerreiro


















são jorge foi à lua
e não voltou
encontrou a maldade crua
e não perdoou

hoje o que de longe vemos
são as marcas desse conflito
crateras do que esquecemos
num solo seco e aflito

e o resto do mal fugiu pra terra
trazendo o sal que fez a guerra

valha-me meu santo guerreiro
que é muito forte esse dragão
que a nasa o traga primeiro
em sua próxima missão.

20.4.09

Ensaio sobre a gagueira

adó
adó
adó
adó

adoro

sará
sará
sará
sará

zé saramago.

Cazuziano

............................................

me conte
seus segredos
de liquidificador

esquece
se perderam
na centrífuga
do amor.

Escambo

colono:
me dá seu arco
que eu quero
ser índio

índio:
me dá seu olho
que eu quero
ser lindo.

19.4.09

Tribo


já fui índio
já fui bicho
já fui planta
já fui pedra

hoje poupo minhas flechas
sem saber o que me espera.

18.4.09

Vigilante

de noite
ou de dia
sempre no volante
vai pela rodovia
que a vida passa

adiante

não há placas
nem sinais
não há marcas
na estrada

só o instinto
rodoviário
e os pneus
cantando na chuva

como se a viagem
fosse uma vida

e a vida
fosse um filme.

15.4.09

Inconfidência



não conte pra ninguém
que você é independente
veja que sempre livre
nasceu pra ser nome
de absorvente

daqui pra frente
seja mais mineiro
sorria mais matreiro
que tem gente que detesta
ver o povo assim fagueiro

galinha solta no terreiro
conhece a faca do açougueiro
e o corte vem certeiro
na alma do brasileiro

ah quem dera um dia livre
sem o todo esquartejado
fartura só se for pra todos
e que o rico pra ser rico
não precise de um pobre
de cada lado.

13.4.09

12.4.09

assento agudo

``````´´´´´´

sinto-me em crise
sento-me em crase
espetei a bunda
espero que passe.

``````´´´´´´

11.4.09

Estilo moderno assim


ele a conheceu numa lanhouse
o que o fez supor
um amor underground

e se não fosse o coração
de isopor
as azaléias em flor
e a maldita maçã do amor

tudo seria assim

mas se ele era puro delete
ela era total deleite

e fim.

9.4.09

Coreano

faço poesia
feito pastelaria
cascas de idéias
com um pouco de receio

mas os melhores
são feitos de vento

quando mordemos
só encontramos
um belo vazio
dentro.

8.4.09

Afinidade

gosto
de
leminski
e
de
maiakoviski

moro
na
rua
professor
oscar
przewodoviski

todas
essas
consoantes
me
comovem.

5.4.09

Calamidade pública

perdi meu senso prático
na ouvidor com rio branco

deixei de passar no banco

atravessei sem olhar
o trânsito
ultrapassei sem pesar
o lento
atropelei sem freio
o velho

encontrei meu motivo lógico
na praça do passeio público

sou um animal nocivo
ao interesse

mútuo.

1.4.09

64



meias verdades

muita maldade
mínima liberdade
máxima autoridade

ditadura

não há mal que sempre dure
nem dor que não se atura.