26.9.09

Bananal

há segundos em que sinto
ser um ser especial
mas logo vêm as horas

bananas

pra provar que sou mesmo

banal.

19.9.09

Mudança


viajando de caminhão
a vida balança

gaiola de passarinho
cama de criança
armário da cozinha
aquele sofá-cama

descendo do caminhão
a vida cansa

hora de arrumar a casa
e planejar
a próxima mudança.

5.9.09

O mendigo

o mendigo rodopia
sem sentido obrigatório
o mendigo perdeu a cor
e o preconceito provisórios
o mendigo ultrapassou o senso
do seu corpo e território

o mendigo é a humanidade
sob a luz
do transitório.

4.9.09

Assalto

outro dia
fui assaltado

sobressalto na rua
bandido pra todo lado

sub uzi no peito
aberto e acelerado

levaram dinheiro
cartões e documentos

abracei minha mulher
o carro saiu varado

os dois ali
parados

fui chamado de coroa
na boa

fiquei bolado
mas não há de ser nada

pensei
sou vacinado

vivo no rio
já vi de tudo

sou do ramo
tô liberado

atiro palavras
disparo teclado

não fode mané como é que é que esse corpo continua fechado?