16.7.11

A arte da guerra

diante da injustiça
ninguém pode ficar calado
dormir em paz
olhar pro outro lado

diante da injustiça
há que se ter olhar afiado
dar brilho às lâminas

e enfiar até o cabo.