31.8.14

Astronautas

seguimos em nossa aventura
os pés na terra
a cabeça nos céus
e o coração

ah, o coração

onde nos levar a paixão.



29.8.14

Ecos

o amor aperfeiçoa
a pessoa

eu era um sujeito
à toa

casei
tive filhos
numa boa

o amor aperfeiçoa
a pessoa

e de sujeito
virei
pai
objeto direto
que o amor
ecoa.

* Para os meus filhos Tássia e Lucas.



28.8.14

Antipoema

dizem
que a poesia
não é coisa séria
é como a astrologia
a iridologia
os cravos no nariz
ou as queixas
de uma velha

que bom que não é
que bom que não seja
assim deixo
a seriedade
aos estudiosos

da antimatéria.



25.8.14

É a vida

a árvore
encontrou o vento
em uma tarde seca
e ele levou suas folhas só porque podia
porque podia
porque era rápido
e porque naquele dia
justo naquele dia
não chovia.


Advetência

o dia em que o sol
encontrou a lua
houve festa na rua

a noite em que a lua
encontrou o sol
explodiu o paiol

entre o eclipse
da consciência
e o brilho
da ciência

existe

uma vã resistência.



23.8.14

Eternidade

sou amante dos ciclos
dos círculos
dos fins
e dos começos
sou amante das marés
dos refluxos
dos fluidos
e dos peixes
sou amante das elipses
dos planetas
das órbitas
e dos cometas

sou amante da morte
e da vida
que começa

onde a outra espreita.



21.8.14

Ficha limpa

eu vou
e não voto
cidadão nulo
de idas e vindas
encho a urna
da vida
de candidatos
com mandatos

em branco.

20.8.14

Gratidão

fui uma criança
feliz
tinha hidrocores
pelikan
e professores
com caixas
de giz

fui uma criança
feliz
tive merendas
mirabel
e colegas
com caixas
de bis.

18.8.14

Maturidade

que você traga agulha
e linha
para costurar pedaços
de sonhos
rasgados

que você traga apagador
e mãos
para desfazer escritos
contratos

que você traga bobagens
e muitas
para renovar esperanças
verdes

de frutas maduras.



Incerto

na certeza
de que nada
é certo
o inseto
fez de sol
a luz
que estava por perto.



13.8.14

Preste atenção

a morte
não tem graça
ela não passa
chega e fica marcada
uma pra cada
todas para todos
então não seja besta
então não seja bobo
não ria
da morte do outro
se não por compaixão
por elegância
e bom gosto
porque
para cada morte
existe um vivo
que um dia

estará morto.



Fluvial

fazia poemas
pra te conquistar
e enquanto escrevia
não via
você passar
feito águas
de um rio

nunca mais voltar.



8.8.14

Dose

não está sozinho
quem tem um bom vinho
e um pedaço

de beijo.


Poema defeito

quase nada
saiu de acordo
com os planos
geométricos
enganos
deram fim
a uma vida de perdas
e danos
assimétricos
sentimentos
fatos e desenganos
fatalidades
em que entramos
pelos canos.

5.8.14

Berimbau

eu fiz capoeira
a capoeira me fez
ter um mínimo
de ginga
humildade
sensatez

eu fiz capoeira
a capoeira me fez
ter um máximo
de respeito
integridade
ser cortês

eu fiz capoeira
a capoeira me fez
e quando esqueço
o sentido
tento gingar
outra vez.