17.6.07

Vizinhos

são pedacinhos
da casa
ali do lado
são aliados
na luta
da vida
contra a rotina
certeira

não falha:
o carteiro passa
o cachorro late
o pedinte pede
o porteiro bate

somos vizinhos
de sempre
de frente
de fundos
seguimos essa rua que vai dar no fim do mundo.

6 comentários:

Tião Martins disse...

Hoje teve festa na casa dos vizinhos. Comemos, bebemos, coversamos um bocadinho.

Bia disse...

Que legal!!! Eu gostava da época em que morava em vila e todo mundo freqüentava a casa de todo mundo... era uma eterna festa! Saudades daquele tempo... mas, hoje em dia, moro em prédio e mal conheço quem mora do meu lado. A vida dá voltas e muda muita coisa.... ninguém tem mais tempo pra nada... ninguém conhece ninguém... com rarísssimas exceções, como vcs, Tião. Parabéns! E que vc ainda vá a muitas festas do vizinho!

Ariadne Aline... disse...

Por isso morar em casa faz bem!
Em apto tudo parece mais frio...
:(

Guida disse...

Olá Tião
quiz assinalr o dia europeu dos vizinhos e cheguei aqui por causa do poema, achei muito lindo, copiei para colocar na portaria do meu prédio e cumprimentar os meus vizinhos.
Obrigada
saudações
avó Guida

Anônimo disse...

Estou tomando a liberdade em adaptar o seu poema para uma performance teatral que será apresentada aos meus vizinhos no próximo dia 23 (Dia do Vizinho).

Tião Martins disse...

Ok anônimo, rs. Espero que seus vizinhos gostem!