Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2009

Michael

ele dançou
e fez o mundo dançar
ele paroue fez o mundo parar

quasepor um instante
que neverland
é mesmoum estranho lugar.

Rio antigo

ando no centro do Rio
agora sem hora pra nada
vejo gente
vejo prédios
tento me perder
na variedade de todos
faço diagonais na calçada

cortes no centro do povo
capto a alma de cada
pessoa ou parede
poste ou pedinte
planta ou pedra

quanta vida deixei escapar
quanta memória vou levar

fujo pro meu mundo
quando já não suporto
a dor

táxi doutor?

Ineditismo

........................................

nenhuma poesia é inédita
como sonhar

com o primeiro beijo
com a novidade nua
com a intimidade sua
com a tranquilidade toda

depois

dane-se que a língua é fria
como a saliva
da trepada
há prisões eternas
no calor
daquelas suas pernas.

Namorada

mulher amada
naturalmente pelada
faca amolada

mulher menina
totalmente assassina
me contamina

mulher madura
fatalmente obscura
sem frescura

mulher nervosa
será que uma rosa
resolve
você?

Guerra

gosto de fazer
de cada palavra
uma bala
de cada rima
uma bomba
você zomba
mas eu estou na guerra
e meu prazer não se encerra

no simples gesto

de matar

vou fazer você sofrer
letra por letra
vou tocar
p-u-n-h-e-t-a
bem em cima
do seu ser.

Submundo

saiu pra dar uma volta
e não voltou
dobrou a esquina
e ainda por cima
nunca desdobrou

caiu num bueiro?

sumiu como um desaparecido
desapareceu como um sumido
tomou chá de sumiço
sem açúcar nem despedida

não foi mas visto nessa vida
em qualquer rua
ou avenida

saiu pra dar uma volta
e o que revolta
revira e mata
salta
encanta
e espanta
assalta e desmonta

é que nunca
mas nunca
mesmo mais
voltou.