Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Babel

não entendo
nem uma palavra
mas todos os gestos
todos os reflexos
todos os sexos
olhares
têm um
nexo
entre os seres
e as sereias
que nos encantam
com seus cantos
de olhos
abertos

não sei
ao certo
mas sei
do errado
uma parte
e meia
e que de cultura
essa vida
anda cheia

menos canto e mais sereia

pede o repentista
com uma rima
na veia.

Intempérie

uma música singela
a bateria da portela
a cadela dando cria
um, dois atrás dela
o poeta faz poesias
o porteiro na janela

ai que vento sem acento
meu boné na cabeça
dela.