12.8.13

Ô chente

que bom
que o seu desejo
virou mágoa
se virasse
água
afogava tanta gente
matava
mais que enchente.

Nenhum comentário: