28.3.16

Cinema mudo

se hoje
eu fizesse
um poema
seria para falar
do dilema
entre o ser ou não ser
um ser humano
quando
se pode
ser simplesmente
uma cena
de
cinema.



2 comentários:

Elaine Faria disse...

Olá Tião Martins, eu também tenho Martins no meu nome e moro em Niterói. Conheci sua poesia através do blog "Poema Dia". Gostei imensamente de seus poemas, tando que, sem a sua prévia autorização, publiquei ontem no meu blog o seu poema "amor", (se não for do seu agrado, por favor diga-me que retiro a postagem).
Ah, estou seguindo você no G+ e coloquei o link do teu blog, em caminhos por onde ando.... no Atemporal.
Eu não escrevo, não nasci com o dom de deixar minha alma se expressar através da palavra escrita, mas o que eu publico no meu blog são textos, poemas, músicas, filmes, que de alguma forma tocam a minha alma, e o seu poema foi um deles.
Ótima tarde pra você!
Grande abraço! :)

Tião Martins disse...

Olá Elaine! Que bom saber que você não só aprecia o meu trabalho como também está fazendo a grande gentileza de divulgá-lo. Fico muito feliz, pois a poesia, além da astrologia (profissão a qual venho me dedicando) são duas grandes paixões na minha vida.

Grande abraço!