Pular para o conteúdo principal

Cães

somos os dois cachorros
negros
um é macho
o outro é fêmea
vagamos pela rua
somos sombra e medo
sombra do que sonhamos
medo dos humanos que encontramos
somos os dois cachorros
negros
cruzamos a rua
correndo perigo
entre carros
que não respeitam
nosso vício
de morrer
cruzamos na rua
trepando de medo
entre escárnios
que não aceitam
nossa fome
de viver
somos dois cachorros
negros
como a vida insiste em ser.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tiradentes

joaquim josé da silva xavier
foi pro tudo ou nada
foi pro que desse e viesse
foi apresentado ao laço
foi dividido em pedaços
espalhado
dispersado
como a consciência nacional

mas não fizeste mal
joaquim

cortaste um dobrado
mas ganhaste um feriado
que se por ti não foi gozado
é por nós aproveitado

tenho dito
e obrigado.

Poema biscoito

somos farinha
do mesmo saco
irmãos na mordida
no farelo
no tasco.