7.12.14

Cães

somos os dois cachorros
negros
um é macho
o outro é fêmea
vagamos pela rua
somos sombra e medo
sombra do que sonhamos
medo dos humanos que encontramos
somos os dois cachorros
negros
cruzamos a rua
correndo perigo
entre carros
que não respeitam
nosso vício
de morrer
cruzamos na rua
trepando de medo
entre escárnios
que não aceitam
nossa fome
de viver
somos dois cachorros
negros
como a vida insiste em ser.

Nenhum comentário: