9.2.15

O bom, o mau e o mais ou menos

queria não ter medo
das polícias
dos bandidos
das justiças

queria não ter medo
dos mosquitos
das viroses
das preguiças

queria não ter medo
e
sem medo
morrer desprevenido

numa dessas esquinas
da vida.



Nenhum comentário: