25.9.15

Meia tigela

às vezes
dá uma vontade
de poesia
de marés
sempre cheias
de olhos
marejados
de corpos
de sereia
às vezes
dá um desejo
de ventania
de nuvens
indo embora
de raios
eletrocutados
injetados
na veia
às vezes
só às vezes
somos deuses
de tigela e meia.

Nenhum comentário: