30.8.17

Morrendo de amor

formigas
aladas
embaladas
pelo calor
da lâmpada
ao meu peito
que jeito?
morreram
de amor.

Nenhum comentário: