11.2.08

Antipoema

quando não há movimento
não há poema
quando não há sentimento
não há poema

quando não há tratamento

ah, há poema

há cura
há quatro
elementos.

2 comentários:

Tião Martins disse...

Onde há cura, há pensamento.
Vivam os quatro elementos!

Anônimo disse...

Minha pretensão é renascer como a fênix, ainda estou na fase das cinzas, mas tenho fé que chego lá.
Realmente não sei se a poesia cura, mas proporciona momentos felizes. De paz.
Obrigada,
Lu