31.10.08

Bruxas


voam as vassouras

soam os trovões

tremem nas medulas

os valentes

os varões

não há nesses mundos

força igual não há


como o ressentimento fundo

de uma mulher má.

Um comentário:

Tião Martins disse...

Fazer o quê? É o dia das bruxas...