25.11.12

Fatídico

queria muito
ter sido proparoxítono
prever todo o mal
mas a vida é paroxítona
é sempre um quase
sem nenhum alarde
e quando vi

já era tarde.

Um comentário:

Tião Martins disse...

Sorumbático.