23.8.14

Eternidade

sou amante dos ciclos
dos círculos
dos fins
e dos começos
sou amante das marés
dos refluxos
dos fluidos
e dos peixes
sou amante das elipses
dos planetas
das órbitas
e dos cometas

sou amante da morte
e da vida
que começa

onde a outra espreita.



Nenhum comentário: