Pular para o conteúdo principal

Traumas de infância

sorvete que cai
balão que voa
vitamina mista
meia de presente
professora feia
gripe no passeio
medalha de participação
regular na redação

o primeiro sim
o primeiro não

a infância é boa
mas só quando
termina.

Comentários

Cris disse…
Ah Tião! A infância... boa para se lembrar e guardar. Traumas de infância são muitos, nem sempre bons, nem sempre tão ruins. Muitos por charme ou opção. E o pior é que o trauma de infância só se manifesta qnd somos adultos... Bjs!
Bia disse…
Tião... que legal (só pra variar)... adorei!!!!! Muito boa mesmo... e, no final, tb só pra variar, um duplo sentido muito bom!
A infância é boa, só que a gente só costuma sentir falta das coisas boas depois que não existem mais, né?
Pois é... enfim, adorei!!!
Tião Martins disse…
Pois é, Cris e Bia. Uma das boas coisas da infância é a espontaneidade e a simplicidade dos pequenos "traumas". Espero ansioso pela minha segunda infância! Rs!
tata disse…
vc tem um trauma serio com esse lance de sorteve!
vc sempre citava isso em sala hahaha!

como sempre, otimo poema! nao ha quem nao se identifique

bjs!
Bia disse…
Segunda infância?!??! Ah, Tião.... jurava que vc estava nela! Hahahahaha!!!! Brincadeirinha.....

Bjocas!
Oduvaldo disse…
"Traumas de infância" é ótima!
Eu não me identifiquei completamente, pois sempre tirei boas notas em Redação.
Em compensação, não sei escrever Poesias.
Tião Martins disse…
Acho "regular" uma nota triste! Parece que há algo desregulado... então precisa regular! Horrível é melhor.

Postagens mais visitadas deste blog

Tiradentes

joaquim josé da silva xavier
foi pro tudo ou nada
foi pro que desse e viesse
foi apresentado ao laço
foi dividido em pedaços
espalhado
dispersado
como a consciência nacional

mas não fizeste mal
joaquim

cortaste um dobrado
mas ganhaste um feriado
que se por ti não foi gozado
é por nós aproveitado

tenho dito
e obrigado.

As moiras

tecem o nosso destino
seja você
santo ou assassino
gente ou pedra
velho ou menino

as moiras

não se divertem
apenas fiam, medem
cortam
nossa vida em pedacinhos
grandes ou pequeninos

às moiras

tanto faz se sofremos
ou gozamos
de onde viemos
para onde vamos
se somos sãos ou insanos

as moiras sempre existiram
são o que há
resistiram
e resistirão
ao passar
dos anos.

Fisioterapia

massageie o ego
ponha gelo na consciência
faça acupuntura da realidade
alongue os limites da imaginação

será que existe alguém nesse planeta
que possa se considerar inteiramente são?

são coisas da vida
celulites da paixão
estrias do pensamento
artrites da razão

corrija sua postura
flexione até o dedão
saiba que a existência é dura
mas tem fisioterapia
arte
e
emoção.