Pular para o conteúdo principal

Não tinha a ver

a pulga com o carrapato
a meia com o sapato
o buraco com o rato
a comida com o prato

a princesa com o sapo

não tinha a ver

eu com você
o programa com a tv
o azeite com o dendê
o fusca com o fenemê

o saci com o pererê

não tinha a ver

então por que te vi
peri beijou ceci
e acabou aí
ali

ihhhhhhhhhhhhhhh
só vejo uma fila de agás
atrás

de mimmmmmmmm.

Comentários

Tião Martins disse…
Pra mim toda fila é indiana. Pra mim toda letra forma fila, toda fila é uma figura.
E toda figura é uma forma que forma uma fila que fala alguma coisa.
luciana disse…
por motivos que não vêem ao caso estou sem acesso a internet, portanto sentirei falta dessas palavras, mas a vida é assim, um dia se ganha, noutro se perde.
Não terá mais minha audiência, mas sempre terá minha admiração por seu trabalho.
Bjs,
Luciana
Tião Martins disse…
Vou sentir sua falta Luciana, não tenho tantos leitores assim para dispensar uma "audiência" do seu nível! Rs!
Falando sério, dos poucos contatos virtuais que tivemos, pude perceber que talvez vc esteja passando por um momento difícil. Tenha certeza de que tudo vai melhorar e estou torcendo por você.
Quando pintar um micro, entre em contato. Por isso, até breve!
Fique em paz.
Beijos!
Bia disse…
Oi, Tião!!!!! Quantos séculos.... enquanto alguns vão, outros retornam! Eu voltei!!!! Fiquei quase um mês sem internet e só Deus sabe como sofri... muitas coisas para fazer e sem acesso a essa grande rede... putz... q inferno q foi! Mas... passou!! Estou de volta e aproveito para já começar dizendo que A-DO-REI essa poesia!!!!!! Show mesmo!!!! ADOREI!!! Parabéns, mais uma vez, meu futuro orientador (de TCC mesmo, sei lá qual é o nome que dá, mas, de qq forma, será tu mesmo... e não aceito não como resposta)! Ah... Bjoooo!!
Tião Martins disse…
Quem está viva sempre aparece!
Bem-vinda Bia.
Beijos.

Postagens mais visitadas deste blog

Tiradentes

joaquim josé da silva xavier
foi pro tudo ou nada
foi pro que desse e viesse
foi apresentado ao laço
foi dividido em pedaços
espalhado
dispersado
como a consciência nacional

mas não fizeste mal
joaquim

cortaste um dobrado
mas ganhaste um feriado
que se por ti não foi gozado
é por nós aproveitado

tenho dito
e obrigado.

As moiras

tecem o nosso destino
seja você
santo ou assassino
gente ou pedra
velho ou menino

as moiras

não se divertem
apenas fiam, medem
cortam
nossa vida em pedacinhos
grandes ou pequeninos

às moiras

tanto faz se sofremos
ou gozamos
de onde viemos
para onde vamos
se somos sãos ou insanos

as moiras sempre existiram
são o que há
resistiram
e resistirão
ao passar
dos anos.

Fisioterapia

massageie o ego
ponha gelo na consciência
faça acupuntura da realidade
alongue os limites da imaginação

será que existe alguém nesse planeta
que possa se considerar inteiramente são?

são coisas da vida
celulites da paixão
estrias do pensamento
artrites da razão

corrija sua postura
flexione até o dedão
saiba que a existência é dura
mas tem fisioterapia
arte
e
emoção.