29.9.07

Rosa

a menina toda prosa
vestiu rosa
e cresceu

cresceu aos próprios olhos
e aos olhos alheios
aos seus

saiu de casa embrulhada
em sonhos próprios
só seus

distraída atravessou a vida
aquela avenida
e desapareceu.

2 comentários:

Tião Martins disse...

Na última quinta-feira vi uma menina perder a vida numa avenida da vida. Vi que ela usava um casaco pink. Soube que ela se chamava Jessica.
Mas pra mim o mundo perdeu mais uma rosa. Que ela descanse em paz.

caroline monlleo disse...

Se a cor é rosa
A infância remete
Se o rubor é prosa
Já os olhos não mexe

Ah, o vai vem
do vento, rouba
o acento, pô-la
pra dentro, roupa
no centro

E o corpo, parado
e o osso, pesado
e o moço, paralisado
e o poço, jogado

Acabou, caiu
Estalou, sumiu.

------------------------

Foi o q saiu!
Beijinhos:(:)
E obrigada por tudo.