21.9.08

às vezes

não tenho nada a dizer
e isso é muito bom
aperto o botão
e chego
quase
no
porão

às vezes
não tenho nada a dizer
e isso é muito sério
solto um pum
que vira
poema
aéreo

2 comentários:

Tião Martins disse...

como é doce o mistério do não saber o que dizerfazercomermorrer.

Gabriella Mendes disse...

É engraçado como pum e poema se aliteram muito bem.

Talvez por serem duas coisas que não devemos prender. Faz mal.