1.4.09

64



meias verdades

muita maldade
mínima liberdade
máxima autoridade

ditadura

não há mal que sempre dure
nem dor que não se atura.


4 comentários:

Tião Martins disse...

Gloriosa, seu dia foi 1º de abril. Viu?

Ana Helena Ribeiro Tavares disse...

Sim, nobre amigo Tião, foi 1º de Abril! Um 1º de Abril de uma dura verdade que até hoje não se deixa mostrar por inteiro. Um 1º de Abril de uma verdade tão dura que até hoje não prestou contas com sua história. Parabéns por conseguir usar sua enorme sensibilidade de poeta para versar com bailado a crueldade de atitudes daqueles que não sabem dançar.

Ludmila Roumillac disse...

Ótima lembrança para o dia de hoje...

Uma lembrança que aliás, nunca deve ser esquecida para que não aconteça de novo...

Besosss

Julieta Montéquio disse...

O que nós fazemos para isso não mais acontecer?
Não estudamos, não debatemos,
não "politizamos".
Se só querem alguém que mande,
faça isso e isso não!
Como não tirar da história
esse dolorido ferrão?
Não indagamos, não gritamos
não interessamos
Como aceitar conviver
Dando a um "Ex-ditador",
se é que assim podemos dizer,
as mãos?