26.11.13

Tecido

escrever
me eleva
a nada
não faz
sentido
se tô alegre
se tô fodido
palavras
são letras
fugindo
do perigo
fodendo
com o próprio
umbigo

escrever

é fingir que a vida faz sentido

é tingir
de preto
o tecido branco

do infinito.

Nenhum comentário: