10.6.16

Ora pois

tu te transformas
em estrelas
e este universo
é pequeno
para te conter
te espelhar
e o pano preto
do espaço
só existe
para te ver
brilhar
tu te transportas
em centelhas
e este poeta
é grande
para te ter
te enxergar
e o cisne branco
do lago
só insiste
para te ser
flutuar.

Nenhum comentário: