3.3.07

Ser humano torto

sou um ser
meio maroto
quando deitado
abandono o corpo
sonho com o oceano
amanheço mar morto.

7 comentários:

Tião Martins disse...

Acho que março vai ser legal. Comecei abandonando o corpo. Às vezes, temos que nos mudar de nós mesmos.

Ariadne Aline... disse...

Ih...parece que vc escreveu isso aí pra mim...
Tô num estágio da vida que preciso abandonar todos pra me encontrar!
Será que encontro a tal luz algum dia?
Torce por mim tá?
Bjão enorme e iluminado!
:D

Manu Sarmento disse...

Eu também sonho grande, ora bolas. É de graça.

Agora, se abandonar meu corpo, exijo voltar no da Juliana Paes.

Bacana. Gostei do ritmo crescente.

Beijos!

Tião Martins disse...

Ariadne: fique tranquila que vc vai se encontrar.

Mamá: se voltar no corpo da Juliana, me avise. Sempre quis ter amigos globais!

edith disse...

Bom demais!!! Uma gota de perfume, que sem mandar recado chega e, em pouco espaço,diz o muito de si.
Depois me dá o telefone de quem te ensinou a fazer isso.
Dúvida: quem mergulha nesse seu "marmorto" flutua mais que nos outros mares adjacentes, contíguos ou transeuntes???
Tá leeeeennnndo mêssssmu!
Edith

Caroline Monlleo disse...

É, está aí. Acho que é isso. estou precisando abandonar mais meu corpo e sonhar mais com o oceano. Está difícil dormir atualmente...

Se os olhos não se fecham
Se a mente não descansa
Se as horas não deixam
O meu corpo cansa
Olhos se queixam
Maré não mansa
Só Trovejam
E Balança
Olham
Levanta
Recomeçam
Não descansa
Os olhos não se fecham.


Bjinhus & carpe diem:(:)

Tião Martins disse...

Legal Caroline! Que bom que vc gosta de poesia e também escreve. Apareça sempre, relaxe e durma! Amanhã tem aula cedo... rs!
Beijos!