Pular para o conteúdo principal

Já é


quando você acorda
com milênios no pescoço
pensando no almoço
sonhando com o fim
do dia
da tarde
da noite
já é
poesia




quando você olha
do seu vidro insufilmado
o moleque a seu lado
malabaris de limão
azedo
com medo
toda culpa
já é
poesia
quando você chora
sua dor tão mediana
que o fim-de-semana
parece a solução
vem o sábado
vai o domingo
sempre bundão
já é
poesia

quando você vive
e não se arrepende de todos os erros e acertos que ainda vai cometer até o fim disso tudo
a dor do inimigo
o som do tiro
já é
poesia.

Comentários

Tião Martins disse…
As palavras às vezes são tiros. Muitos no pé, poucos na cabeça. Questão de mira...
Gilson disse…
Tião, você bem sabe, como poeta que é, que a poesia tem musicalidade própria. Ou tem ou não é poesia. Esse poema vai além disso. Ele grita por música. Nasceu como bela letra e quer ser embalado. É fêmea, com certeza.
tata disse…
lindo poema!
mostra que nosso sofrimento na maioria das vezes é tao mesquinho comparado aos problemas reais
Dani disse…
Preferiria que nada disso fosse poesia.
Nem lembrança, nem realidade, muito menos futuro. Nada.
Esse é outro dos meus prediletos.

Postagens mais visitadas deste blog

Tiradentes

joaquim josé da silva xavier
foi pro tudo ou nada
foi pro que desse e viesse
foi apresentado ao laço
foi dividido em pedaços
espalhado
dispersado
como a consciência nacional

mas não fizeste mal
joaquim

cortaste um dobrado
mas ganhaste um feriado
que se por ti não foi gozado
é por nós aproveitado

tenho dito
e obrigado.

As moiras

tecem o nosso destino
seja você
santo ou assassino
gente ou pedra
velho ou menino

as moiras

não se divertem
apenas fiam, medem
cortam
nossa vida em pedacinhos
grandes ou pequeninos

às moiras

tanto faz se sofremos
ou gozamos
de onde viemos
para onde vamos
se somos sãos ou insanos

as moiras sempre existiram
são o que há
resistiram
e resistirão
ao passar
dos anos.

Fisioterapia

massageie o ego
ponha gelo na consciência
faça acupuntura da realidade
alongue os limites da imaginação

será que existe alguém nesse planeta
que possa se considerar inteiramente são?

são coisas da vida
celulites da paixão
estrias do pensamento
artrites da razão

corrija sua postura
flexione até o dedão
saiba que a existência é dura
mas tem fisioterapia
arte
e
emoção.