Pular para o conteúdo principal

Jabuti

ganhei uma jabuti
que se chama julieta
cuidado com a rima
que a coisa fica preta
ela anda devagar
mas vai longe
essa princesa
se o mundo é ligeiro
diz que é coisa
do capeta
muito sábia
minha amiga
leva a vida
sem receita
só se apressa
pra comer
mas sem muita
etiqueta
aí eu penso
vou morrer
vai ficar
a julieta
ela responde
é o destino
meu romeu
erro seu
ser tão
cometa.

Comentários

Cris Carnaval disse…
Rs. Essa Julieta faceira... o gato e o Brutos devem estar com ciúmes. Se vc for fazer uma poesia para cada bicho q vc tem, isso aqui será quase um portal do zoo. Rs. Bjs
Tião Martins disse…
Pode deixar Cris. Vou providenciar poemas para todos os meus bichos. O problema é que quando eu acabar já vão ter mais uns quatro ou cinco...
Bem, de qualquer modo, Brutos, Kelly, Luna, Samurai e Nikita não podem ser esquecidos!Rs!
Dani disse…
Tenho um cachorro
o nome dele é Bilbo
a rima não é o meu forte
só posso dizer
se você o provocar
ele vai te trair
Ariadne Aline... disse…
Tão poeteiro esse kra...
rsrsrs
Ficou fofo o poema!
Ah é!Fofo não...
:)
rsrsrsrs
Vanessa Moutinho disse…
Já tinha me identificado com a Julieta! Agora, cara, me emocionei... Arrisco dizer que é a poesia mais linda! Pra mim, é claro, apaixonada pelo amor, a comunicação e a sabedoria da relação entre a gente e os bichos... Mandou bem, Tião! Essa poesia é eterna na minha vida! Inesquecível!

Postagens mais visitadas deste blog

Tiradentes

joaquim josé da silva xavier
foi pro tudo ou nada
foi pro que desse e viesse
foi apresentado ao laço
foi dividido em pedaços
espalhado
dispersado
como a consciência nacional

mas não fizeste mal
joaquim

cortaste um dobrado
mas ganhaste um feriado
que se por ti não foi gozado
é por nós aproveitado

tenho dito
e obrigado.

As moiras

tecem o nosso destino
seja você
santo ou assassino
gente ou pedra
velho ou menino

as moiras

não se divertem
apenas fiam, medem
cortam
nossa vida em pedacinhos
grandes ou pequeninos

às moiras

tanto faz se sofremos
ou gozamos
de onde viemos
para onde vamos
se somos sãos ou insanos

as moiras sempre existiram
são o que há
resistiram
e resistirão
ao passar
dos anos.

Fisioterapia

massageie o ego
ponha gelo na consciência
faça acupuntura da realidade
alongue os limites da imaginação

será que existe alguém nesse planeta
que possa se considerar inteiramente são?

são coisas da vida
celulites da paixão
estrias do pensamento
artrites da razão

corrija sua postura
flexione até o dedão
saiba que a existência é dura
mas tem fisioterapia
arte
e
emoção.