27.12.06

Pavê de quê?

doce
cê faz doce
que doce
desce
me aquece
cê não esquece
nunca envelhece
açúcar
boca maluca
se faz de doce
em calda
toda melada
nada
nessa geléia
com cobertura
passou do ponto

gema
o sol nasceu
do ovo
é claro
que te quero

é nós dentro do bolo.

4 comentários:

Tião Martins disse...

O pior é que eu nem ligo pra doces. Prefiro um bom pastel. É mais a minha cara.

Dani formiguinha disse...

xô diabetes
xô caloria
Tanto faz se a minha sobremesa for quente ou fria
O que importa é que seja doce

Eu fiz torta Floresta Negra no natal (gotoso)

Bia disse...

Ah, Tião... doce é tudo de bom!!! A-MO DOCE!!! Doce é a minha energia, meu combustível... aliás, depois de ver essa foto maravilhosa, acho que vou ter que fazer algum doce para comer... não vai rolar ficar só com água na boca...

Ah... e, claro, gostei da poesia!

Bjos, Bia :o)

luanocio disse...

Ah!
Como é bom deixar de lado as preocupações e mergulhar nas guloseimas!rs

Doce inocência!