Pular para o conteúdo principal

Poema de segunda

na segunda
não me fale de morte
me fale de sorte
dê um corte
na segunda
engate uma quinta
passe pela sexta
e seja feliz
veja a sexta

que eu fiz

parado na blitz.

Comentários

Tião Martins disse…
Nasci numa segunda. Mas adoro um sunday. De chocolate.
tata disse…
HAHAHAHHAHAHAHA olha, eu vim falar da poesia, muito boa, mas quando cheguei aqui e vi seu comentario foi o auge hahahaha esse seu comentario final, finalizou!

bjss
bb disse…
TIÃO! Falei em você ONTEM, bicho. Encontrei o Rodrigo por acaso no Centro e perguntei se ele tinha seu contato, pedi seu e-mail. Caralho, que foda te encontrar aqui e escrevendo poesia! Desse poema já gostei, agora vou ler o resto. Vou te linkar no meu blog de poesia, o cutelaria & Chapelaria. Mas me manda seu e-mail, quero te convidar pro lançamento do meu livro que vai rolar no rio dia 18.12. Beijo beijos,
Anônimo disse…
Prof. Sebastião, Senhor Sebastião, Tião. Venho lendo cada uma e essa sempre passo na corrida - guardando um momento melhor, talvez.
Lembra o que eu falei da palavra ? Desculpe se persevero, é a idade.Pôsé, pôsé...
Num relaxo, num conforto , em fácil brincadeira ,ela chega brejeira onde ninguém espera.
Lindura, moço!
Edith
Tião Martins disse…
Edith, sua leitura é melhor que a minha escrita. Mas o bom é que me sinto tentado a fazer melhor.
Beijos&obrigados!

Postagens mais visitadas deste blog

Tiradentes

joaquim josé da silva xavier
foi pro tudo ou nada
foi pro que desse e viesse
foi apresentado ao laço
foi dividido em pedaços
espalhado
dispersado
como a consciência nacional

mas não fizeste mal
joaquim

cortaste um dobrado
mas ganhaste um feriado
que se por ti não foi gozado
é por nós aproveitado

tenho dito
e obrigado.

As moiras

tecem o nosso destino
seja você
santo ou assassino
gente ou pedra
velho ou menino

as moiras

não se divertem
apenas fiam, medem
cortam
nossa vida em pedacinhos
grandes ou pequeninos

às moiras

tanto faz se sofremos
ou gozamos
de onde viemos
para onde vamos
se somos sãos ou insanos

as moiras sempre existiram
são o que há
resistiram
e resistirão
ao passar
dos anos.

Fisioterapia

massageie o ego
ponha gelo na consciência
faça acupuntura da realidade
alongue os limites da imaginação

será que existe alguém nesse planeta
que possa se considerar inteiramente são?

são coisas da vida
celulites da paixão
estrias do pensamento
artrites da razão

corrija sua postura
flexione até o dedão
saiba que a existência é dura
mas tem fisioterapia
arte
e
emoção.